Academia Nacional de Direito Desportivo - ANDD



A Academia Nacional de Direito Desportivo – ANDD foi instituída em 24 de setembro de 2013, em Brasília, por 25 membros fundadores, que decidiram se reunir para iniciar e aprimorar as discussões em torno do Direito Desportivo Nacional.  Atualmente, além dos membros fundadores, a ANDD conta com 24 membros efetivos e 4 membros correspondentes internacionais, totalizando 53 acadêmicos.

 

 

 

Missão

 

A ANDD tem como objetivos principais o estudo do Direito Desportivo e a difusão dos conhecimentos jurídico-desportivos, inclusive por meio de publicações próprias e incentivo à divulgação científica.

 

E, como meio de alcance de seu objetivo institucional, a promoção de eventos e cursos com vistas ao aprimoramento do Direito Desportivo, destinado a Ministros, Desembargadores, Juízes, Advogados, Procuradores, Servidores, Agentes, Atletas e Estudantes, por meio de colóquios, palestras, encontros, seminários e congressos, além de outras atividades educacionais e de educação continuada de interesse de profissionais da área do Direito Desportivo.

 

 

Fundação

 

A ideia da criação de um foro permanente de debates em torno do Direito Desportivo se deu sob a inspiração e afinidade de um grupo de magistrados que organizaram  o Grupo de Estudos de Direito Desportivo, sob o comando do Dr. Guilherme Augusto Caputo Bastos, Ministro do Tribunal Superior do Trabalho e grande entusiasta e estudioso do tema.

 

Diante do envolvimento de pessoas de diversos setores e origens nos seminários organizados pelo grupo, foi sugerido o ingresso de advogados e professores nos seminários, ampliando e oxigenando o círculo de estudiosos do tema. 

 

No dia 24 de setembro de 2013 foi fundada a ANDD, tendo sido aprovado o seu estatuto e eleitos os membros de sua diretoria.

 

 

Patronos

 

Os Patronos são escolhidos pelos acadêmicos fundadores.

São pessoas já falecidas que tiveram alguma ligação com o Direito, o Esporte ou o Direito Desportivo.

 

 

Missão

 

A ANDD tem como objetivos principais o estudo do Direito Desportivo e a difusão dos conhecimentos jurídico-desportivos, inclusive por meio de publicações próprias e incentivo à divulgação científica.

 

E, como meio de alcance de seu objetivo institucional, a promoção de eventos e cursos com vistas ao aprimoramento do Direito Desportivo, destinado a Ministros, Desembargadores, Juízes, Advogados, Procuradores, Servidores, Agentes, Atletas e Estudantes, por meio de colóquios, palestras, encontros, seminários e congressos, além de outras atividades educacionais e de educação continuada de interesse de profissionais da área do Direito Desportivo.